__________ Itapema, suas histórias... __________

domingo, 18 de julho de 2010

ESCOLA 'PROFº WALTER SCHEP(P)IS'

AO FUNDO A ESCOLA 'PROFº WALTER SCHEPPIS', COM SUA ARQUITETURA CARACTERÍSTICA E A FAMOSA BANDA MARCIAL 'WS' (FINS DOS ANOS 90).

Dentre as escolas atuais do município certamente a unidade estadual 'Profº Walter Scheppis', fundada em 1963, é a que possui arquitetura diferenciada. Seu projeto arquitetônico forma dois losangos equidistantes, lembrando a Bandeira Nacional. E entre estes compõem-se as salas de aula, sustentadas por grossas pilastras. Lamentavelmente alguns detalhes com as subsequentes reformas deformaram-lhe o desenho, as cores originais e o material utilizado na alvenaria.
AUTORIDADES INSPECIONAM A OBRA DO FUTURO G.E. 'WALTER SCHEP(P)IS' - ITAPEMA/SP.
CLASSE ESCOLA 'WALTER SCHEPPIS' - DÉCADA DE 1960 [ITAPEMA/SP].

Intrigava-me a parede lateral do pátio interno sob o edifício, incrustada de cilindros vítreos. Assim como subsistem na memória as inóspitas paredes verdes das classes, o quadro negro repleto de lições, as velhas carteiras compostas com assento dobrável e escrivaninha, o assoalho em tiras de madeira, as grandes janelas em vidro donde se avistava o casario do bairro, a caixa d'água do Tecon, lá adiante, pairar sobre os telhados feito uma espaçonave.
ALUNOS DURANTE AULA DE EDUCAÇÃO FÍSICA (PROFº WALTER SCHEPPIS 1970) - ITAPEMA/SP.
PÁTIO INTERNO ESCOLA 'PROFº WALTER SCHEPPIS', BAIRRO PAE CARÁ, ITAPEMA-SP.

A imagem mais recorrente dos meus dias no colégio são as andorinhas volteando sua arquitetura, ladeada pelas Livistonas Chinensis (palmeira introduzida na vegetação brasileira, com palmas em forma de leque e cachos de pequenos frutos verdes). Como esquecer os pavores secretos com a assustadora "Loira do Banheiro" (uma moça de branco e algodão no nariz, que aparecia flutuando), lenda urbana oculta nos boxes do sanitário. Até que uma dor-de-barriga desgraçada encaminhasse uma solução praquele tamanho cagaço. As alternativas eram , ficar literalmente com o cú na mão ou enfrentar a tal assombração. Adivinha...
"A LOIRA DO BANHEIRO", DOMINAVA AS MANCHETES DOS JORNAIS POPULARES À ÉPOCA.

Chegava-se ao Grupo Escolar pelo "Caminho Suave" de paralelepípedos da Rua Oliveira nº 857, reivindicação das professoras cansadas de caminhar descalças para não estragar os seus sapatos na lama em dias de chuva.
Schepis! (aliás, a grafia que consta dos seus documentos é com um "p" só) Para mim sempre fora um sobrenome instigante, assim como a figura do Mestre naquele quadro na parede do colégio. Informações extraídas do site 'Banda Walter Scheppis' revelam um pouco da biografia do Profº  Walter Schepis (foto à esquerda).
Nasceu no dia 08/09/1915, filho de Cyro Schepis e Julia Palinkas Schepis. Em 1922 é matriculado na Escola Paroquial de São Vicente, onde aprenderia as primeiras letras. Com a morte do pai em 1930 transferiu-se com a família para a cidade de Rio Claro, onde no ano de 1932 ingressou na Escola Normal Puríssimo Coração de Maria. Voltando a Santos, na metade da década de 30, em 1936 formou-se como Professor abraçando a seguir o Magistério, sendo designado para o Grupo Escolar, na cidade de Bastos. Durante os oito anos em que exerceu o cargo de Professor, percorreu diversas cidades do Estado de São Paulo. No ano de 1945 foi nomeado Diretor-substituto do G.E. de Itariri. Em 12 de Janeiro de 1947 é efetivado no cargo de Diretor de Grupo Escolar passando a servir no G.E. 'Padre Leonardo Nunes', em Itanhaém. No ano de 1949 transferência para o G.E. 'Francisco Manoel' e em 1950 assume o G.E. 'Cel. Amâncio Bueno', de Jaguariúna. Em 1951 matricula-se no Curso de Administradores Escolares, mantido pelo Instituto de Educação 'Caetano de Campos', na capital paulista. No ano de 1954 retorna ao Magistério ocupando o cargo de Diretor do Grupo Escolar 'Azevedo Junior', de Santos. Em 1956 transfere-se para o G.E. 'Clóvis Bevilaqua' e dois anos após (1958) para o G.E. 'Cezar Martinez', ambos de São Paulo. 13 de Março de 1959 é nomeado Inspetor Escolar, lotado na Delegacia de Ensino de Itapetininga, com sede na cidade de Itapeva. No ano de 1960 passa a integrar a D.E. de Santos. Em 09/Junho/1962 falece vitimado por um Derrame Cerebral. Durante os vinte e cinco anos de existência que dedicou ao Magistério, o Profº Walter Schepis qualificou-se em diversos cursos organizados pelo Departamento de Educação e entidades afins.
Devido ao aumento de matrículas no Ensino Médio, através do Decreto Estadual Nº 51.334, de 29 de Janeiro de 1969, são instituídos novos Ginásios Estaduais de grau médio, dentre eles o Grupo Escolar do Paicará, 'Profº Walter Scheppis'. Nos nossos dias a escola promove o ensino de 2000 alunos, distribuídos em 3 períodos (Ensino Fundamental e Médio).
URBAIN G. (1976) - "LOGO, ALÉM DO SABER ENCICLOPÉDICO APRENDI A LER ESTUPEFATO AS NOTAS DE RODAPÉ DO MUNDO."

Passados 47 anos de funcionamento, eu fui um dos 30 mil alunos que passaram por tuas salas de aula... Ali um segundo parto para as entranhas da vida. O palco onde deixei-me levar por pequenas ilusões, que acossam a alma de um garoto pobre. Os livros todos da biblioteca encapados num claro papel pardo. Algum tempo eu vivi entre eles como guardião designado pelo Profº Coordenador do então Centro Cívico, famigerada denominação da Ditadura Militar para os extintos Grêmios Estudantis.
Quanta ironia (por volta da 6ª série) receber de presente da colega Bia um exemplar de 'O Ateneu', de Raul Pompéia, meu primeiro Romance sério. Logo, além do saber enciclopédico aprendi a ler estupefato as notas de rodapé do mundo.

Um comentário: