__________ Itapema, suas histórias... __________

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

ITAPEMA TRANSEXUAL FILM

VHS DA AUDACIOSA FILMAGEM PORNÔ EM VÍDEO ESTRELADA POR ATORES GAYS ITAPEMENSES - BRAZILIAN TRANSEXUAL 2, DA SÉRIE PROMOVIDA PELA 'MASSIVOS VÍDEOS' [ANOS 90].

Aquilo era de dar um tesão!... A testosterona fervia na veia dos rapazes itapemenses. Ganhar dinheiro e ainda divertir-se. De meros coadjuvantes punheteiros, bolinadores nas sessões de cinema à protagonistas daquela audaciosa incursão cinematográfica. Faziam planos, conquistada a Europa era vencer o preconceito brasileiro e chegar ao estrelato na 7ª Arte pornô. Sonhavam fascinados com os letreiros luminosos a decorar a tela...








Nomes em inglês!?... Justificava-se era preciso manter um certo anonimato. Pseudônimos com os quais as "bibas" do elenco pretendiam fazer carreira além-mar.





...Dali a pouco apareceu o Diretor BOB CRUZOE movimentando o set de gravação.
- Tranquilos... A coisa é muito simples. Bem ao estilo "câmera na mão, uma idéia na cabeça", com muito sexo. De todo o material filmado vamos transformar numa segunda produção: BRAZILIAN TRANSEXUAL, ok!
Todos estavam antentos e interessados, sentindo-se verdadeiros astros. Na primeira ele pretendia algo como garanhões soltos pela floresta. Por isso a locação era bucólica, no meio do mato. Afastados da vida urbana deviam entregar-se aos seus instintos.
 UMA DAS CAPAS DO POLÊMICO VHS CULT COM ATORES GAYS ITAPEMENSES [DÉCADA DE 1990].

- Coloquem estes lindos corpos pra trabalhar... Precisamos de sexo selvagem! - Orientava o Diretor. No segundo filme, bonecas e rapazes feito anjos no paraíso. Os travestis serão doces anjos traiçoeiros a enrabar virginais traseiros juvenis. - Concluiu distribuindo beliscões nas nádegas descobertas do cast. - Que me dizem, não é genial?
Vamos abrir, depois dos créditos, com um romântico almoço reunindo os casais. Metáfora para o "comer e ser comido"... Se é que vocês me entendem. - E continuou a descrever o que mais queria dos atores, além do exotismo, da versatilidade.
Puseram-se a filmar seguindo o roteiro... Cruzoe passava as indicações da cena:
- Eric... Você é um matuto do sítio. Há muito não transa e avista este belo jovem. Já você, Larry... É um garoto travesso, que ao pular da árvore machuca-se... O Eric te socorre, então rola um clima... Ok?
- Entendi.
- Atenção, TONY MORALES... Anota aí, vou querer na Edição uns efeitos de sobreposição de imagens fundindo pra outro take. Um pouco de slow-motion. Outra coisa, na trilha sonora vamos variar com Fred Mercury e Air Supply. Vai ser a tônica desta fita, desejo, romantismo... Ok!
OS ATORES DO 'BRAZILIAN TRANSEXUAL 2' EM PLENA AÇÃO.

- Cena 3, Take 1. - Anunciou o contra-regra, acionando a claquete.
- Rodando!!... Ok. Ânimo rapaziada... - Sussurrava o Diretor por trás da câmera. - Assim... Desce e mordisca a bunda dele, Larry... - Os dois engalfinharam-se naquele duelo de espadas tesas. - Geme, cara. Não grita tanto... Guenta aí! - Era patente a inexperiência do coadjuvante. - Pára... Quem trouxe esse principiante?... Corta! Vai relaxar este rabo, meu filho...
O câmera-man confidenciou ao Diretor um problema técnico, no close da posição anal notava-se alguns seres esvoaçantes da floresta.
- Não tem repelente pra esses mosquitos?... Vaselina também.
- Acabou, usamos nos corpos dos atores. - Atestou a contra-regragem.
- Esquece isso, a gente corta na edição.
     



[MENÁGE A TROIS, CENA MARCANTE DO 'BRAZILIAN TRANSEXUAL 2' - MASSIVOS VÍDEOS.]


Assim prosseguem as tomadas de cena, permeadas de gemidos e exclamações de delícia pelos rapazes.
- Nossa como é grosso... - Diz o ator ensaiando.
- Na hora, James,  quero esta fala com sensualidade. - Ele repete com alguma expressividade. - Isso... Enquanto rola a pegação com a Bianca. - Cruzoe dá indicações a Tony sobre a continuidade da sonoplastia desta longa sequência. Usarão a Sonata de Bethoveen, "Claire de Lune". Contava com o contraste do resultado...
CENA DO FILME CULT PORNÔ EM VHS 'BRAZILIAN TRANSEXUAL 2' [ANOS 90].
 
- É a boa agora?... Silêncio! Ação!! - Dirige o casal abafando a voz. - Ok...! Caras e bocas. Estou gostando... Naturalidade. Beijos... Formando em 69.
- Como é gostoso! - Delira James possuído pelo personagem. Num flagelo sadô, Bianca estapeia a bunda dele.
- Excelente, boneca! Está ótimo. - Indica o Diretor com gestos diversamente positivos.
Porém, a cena torna-se difícil dada a penetração dificultosa da loira oxigenada no mancebo.
- Que droga...! - Exasperado Bob Cruzoe mantém gravando. Faz sinal de fora pra mandar ver na dedada.
Finalizada as filmagens aprontam um copião visto por todos, inclusive o Produtor BILL ROGERS. Ao terminar a pré-estréia restrita, as luzes da sala foram acesas. O Produtor admirava a tela vazia, a expressão preocupada.
- Em algumas cenas não tem muita fala?
- Decidi por algo mais natural... Próximo da realidade. A intenção é um pornô à moda antiga...
Bill estrilou de vez:
- Você sabe, Bob... O som do set vazou. Está uma porcaria!!
- Com o baixo orçamento que você me deu, eu fiz uma obra-prima!
- É inovador, sim. Horas de gravação, uma gozada e meia!!... Eu contei. Sinto um arrepio de terror ao imaginar o restante do material. Porra... A Bianca gemeu, mas na hora do gozo aquela micharia. Metida mesmo foi a do Larry com a Daniella, aliás a única gozada de fato... Eric e Gabriella sumiram no filme. Surubas mal armadas... Ensebação! Assim quem vai ser alvo de gozação sou eu!!
- Lançamos na série de vídeos amadores hardcore... Caseiros. Tem mercado, Bill... Gente que gosta deste tipo de coisa. - Sugeriu Tony Morales.
Semelhante paliativo foi visto por Bob Cruzoe como um remendo absurdo, que diminuía sua criação. Além do mais não fora combinado com o sócio europeu.
'BRAZILIAN TRANSEXUAL' - MASSIVOS VÍDEOS [DÉCADA DE 1990].

O jovem elenco ficou estarrecido com as duras críticas. A verdade que o desempenho artístico deixara a desejar. A vida desejada de Joey Silvera, Rocco Siffredi, John Stagliano ou duma Alexandria Quinn, Zara Whites, Selena Steele, não era moleza...
O tal sócio internacional deu literalmente "pra trás". Se viram traídos. Por uma travessura do destino as fitas de vídeo, que deveriam então ser lançadas em outros pontos do país foram parar também nas locadoras da cidade e região. Campeão de bilheteria nos lares puritanos itapemenses. Ganhou a boca do povo... Machetes estampavam o escândalo nos jornais. Luzes, Câmera... Preconceito! Fizeram fama.
 VHS DO VÍDEO CULT PORNÔ 'BRAZILIAN TRANSEXUAL' [ANOS 90].

Como explicar as famílias que era tudo encenação? Emprestaram os corpos aos personagens. Aquilo, puro faz-de-conta... Cinema.
- E aquele pau no teu cu!... Efeito especial? Faça-me o favor... - Contestavam os parentes indignados.
A mal fadada tentativa de sucesso no circuito do cinema pornô redundou num vexame homérico. Um pouco por moralismo do Distrito outro tanto por ingenuidade dos envolvidos. Parafraseando Oscar Wilde, eu diria: a questão não era saber se o filme seria um sucesso, mas se o público o seria.

3 comentários:

  1. Urbain, você realmente foi no fundo do baú e nos presenteou com esta pérola do nosso Atlântico rsrsrsrsr. A fita mais alugada nas locadoras do Itapema. Eu lembro que tinha até fila de espera !

    ResponderExcluir
  2. Putz!!! pode cré, na época essa fita aqui onde moro não parava na locadora, e era alugada a hora... kkkk... fundo do baú é pouco.

    ResponderExcluir